Mindful eating é tendência entre o consumidor de alimentos e bebidas

Em matéria para o site Condumidor Moderno, o sócio-diretor de Alimentos e Bebidas da KPMG, Mauricio Godinho, ressalta as importantes mudanças nos hábitos de consumo com a pandemia da COVID-19.

Dentre elas, destaca-se a nova relação com a comida: segundo pesquisa conduzida pela KPMG, no Brasil, “When luck is not a strategy”, para 67% dos respondentes, o hábito de consumir ou preparar refeições em casa continuará mesmo após as medidas restritivas. Além disso, 63% dos que trabalham em casa têm menor probabilidade de preparar refeições. Houve ainda uma preferência pelo delivery, com 33% dos respondentes recebendo assim os alimentos e 28% que preferem retirar alimentos na loja.

O mais interessante se relaciona com o “Mindful Eating”, o qual se torna uma tendência crescente e cada vez mais fortalecida entre o consumidor de alimentos e bebidas, com a mudança de consumo imposta pela pandemia. Segundo Mauricio Godinho, aparecem os questionamentos em relação às suas escolhas de consumo: “estou escolhendo alimentos que protegem o meio ambiente? São seguros? As embalagens são adequadas? Causam danos? Como são escolhidas as matérias-primas? Como são armazenados e distribuídos? São marcas locais? Há ingredientes naturais? As embalagens são sustentáveis? Consigo rastrear?”. Dessa forma, o conceito de consumo consciente se conecta com a sustentabilidade e ainda, com o bem-estar do próximo, estando os consumidores atentos e priorizando marcas com propósito de proteção ao meio ambiente, aos colaboradores e aos parceiros.

O autor da matéria ainda destaca as ações importantes que devem ser tomadas, dando alguns exemplos como fornecedores que valorizam transparência e rastreabilidade; investimentos em tecnologia para rastrear ingredientes na cadeia de suprimentos; fornecedores certificados que garantem direitos humanos e protegem meio-ambiente e sociedade; pesquisa e desenvolvimento com produtos que privilegiem saúde e bem estar; embalagens que protegem o meio ambiente.

Segundo Mauricio Godinho, considerando as mudanças de consumo no setor, as empresas que buscarem inovar e trazer estratégias disruptivas, terão a oportunidade de se diferenciarem no mercado e atingirem maior sucesso nos negócios.

Fonte: Consumidor Moderno

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui