Bebidas açucaradas e o excesso de peso Brasil

Os refrigerantes, bebidas de frutas como sucos de caixinha e chás ultraprocessados podem ser considerados vilões de uma vida saudável. Mais de 2,2 milhões de brasileiros adultos estão com excesso de peso no país, seja obesidade ou sobrepeso. Entre esses, 13 mil adultos são vítimas fatais do consumo excessivo dessas bebidas.
O estudo “O lado oculto das bebidas açucaradas: doenças, mortes e custos à saúde”, foi coordenado pelo Instituto de Efectividad Clinica y Sanitária (IECS), em 2020, e teve como objetivo estimar doenças atreladas ao consumo de bebidas açucaradas em países da América Latina, como a Argentina, por exemplo.
Financiado pelo Centro de Desenvolvimento Internacional do Canadá (IDRC), os resultados foram obtidos por um modelo matemático que visa saber a probabilidade de pessoas que podem apresentar excesso de peso e doenças ligadas ao consumo das bebidas açucaradas, como a diabetes tipo 2, além da incidência de óbitos entre estes.

Diabetes tipo 2 e o consumo de bebidas açucaradas

São 80 mil novos casos anuais de pessoas com diabetes tipo 2 no Brasil em decorrência do consumo de bebidas açucaradas. Com isso, já quase 1,4 milhão de pessoas sofrem com a doença ou 16% do total de cidadãos com diabetes tipo 2. Por ano, morrem mais de 5 mil pessoas por causa do consumo dessas bebidas.

Os gastos para os cofres públicos por causa da ingestão de refrigerantes, sucos de frutas e chás açucarados chegam a quase 3 bilhões de reais. A maior parte, quase 2,9 bilhões, é destinada a pacientes com doenças provenientes do sobrepeso e obesidade, como diabetes tipo 2, doenças cardíacas, cânceres e afins.

Números alarmantes

Outros números chamam a atenção quanto à pesquisa realizada. Além dos já expostos durante a matéria, alguns chamam a atenção, como o número de pessoas com doenças cardiovasculares, cerebrovasculares e câncer, que passa de 323 mil pessoas. São mais de 13 mil adultos com morte prematura e incapacitados, o que representa 355 mil anos de vida saudável perdidos.

Por fim, um número que chama ainda mais a atenção é o da obesidade infantil no Brasil. Cerca de 10% de todos os casos de obesidade entre crianças vem do consumo de bebidas açucaradas. Esse número equivale a 205 mil crianças em todo o país. Além disso, mais de 500 mil crianças estão com sobrepeso. Somando-se, aproximadamente 721 mil crianças brasileiras estão com sobrepeso ou obesidade devido a ingestão dessas bebidas.

Fonte: CRN9

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui