Restaurante vegano recebe, pela primeira vez, estrela Michelin

Mais uma prova de que o veganismo ganha cada vez mais espaço na alimentação mundial, é o reconhecimento por um dos prêmios mais importantes da gastronomia. 

O primeiro restaurante de cardápio vegano a ser contemplado com a famigerada estrela Michelin fica localizado em Ares, no sudoeste da França. A condecoração com a estrela Michelin, significa que a excelência culinária do estabelecimento foi reconhecida como uma das melhores do mundo e, pela primeira vez na história do guia, desde 1900, um restaurante vegano entra para a lista. 

O Guia Michelin é francês e existe desde 1900 com o intuito de promover o turismo, por isso, premia hotéis, restaurantes e guias turísticos com suas estrelas. São poucos e raros os estabelecimentos no mundo que recebem o prêmio, o que o torna um dos mais importantes e concorridos da categoria. 

De origem não animal 

ONA, que significa Origine Non Animal, ou “de origem não animal”, em tradução livre, é o nome do restaurante condecorado, que, conforme reportagem do The Guardian, se ergueu após enfrentar uma grande luta para se estabelecer. Precisou de financiamento para abrir as portas e a chef, Claire Vallée, responsável pelo restaurante, recorreu aos bancos da França para solicitar empréstimos. 

“Eles disseram que as perspectivas para o veganismo e alimentos à base de plantas eram muito incertas”, conta a chef. Além disso, a localização do ONA também foi considerada equivocada, já que a bacia de Arcachon, na costa do Atlântico, não era vista como uma região promissora e, mesmo que fosse, localidades assim são frequentadas por pessoas que buscam refeições com peixes e frutos do mar. 

Sem desistir do propósito do restaurante, a chef Vallée inaugurou o ONA em 2016, graças a uma campanha crowdfunding e ao empréstimo de um banco verde, que apoia investimentos éticos. Justamente por essa história de luta foi que a estrela Michelin chegou como uma feliz surpresa. 

“Parecia que tinha sido atropelada por um trem”, diz Vallée sobre o momento em que recebeu a notícia do Guia Michelin informando sobre a premiação. ONA é o primeiro restaurante vegano na França a receber a estrela e, sobre os sentimentos da chef em relação às portas que se fecharam a ela e ao seu projeto, disse que não guarda rancor. 

“Cada um faz o seu trabalho”, conclui Claire Vallée, e o fato de ter encontrado, finalmente o investidor certo para o seu projeto, mostra que tudo é possível, basta acreditar e lutar pelo que se acredita e se ama fazer. 

Fonte: GreenMe 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here