Estudo mostra que brasileiros consumiram mais em comércios locais durante a quarentena

Segundo a pesquisa, realizada em 2020, 76% dos brasileiros começaram a consumir mais em estabelecimentos locais durante a pandemia. 

O estudo foi realizado pela Mastercard, operadora de cartões de crédito, no final de 2020, na tentativa de compreender melhor os hábitos de compras dos consumidores após o período mais intenso de confinamento. Os resultados demonstram que 76% descobriram e começaram a consumir em pequenos e médios empreendimentos em seus bairro durante o isolamento social e 91% continuarão mantendo este hábito após a pandemia. 

A motivação principal para esse consumo é ajudar a sobrevivência e recuperação desses comércios no cenário de crise e pós-crise econômica. Para o desenvolvimento da pesquisa, a Mastercard levantou dados de 13 países da América Latina e Caribe, entre eles: Brasil, México, Chile, Colômbia, Argentina e Peru. Entre os entrevistados brasileiros, 64% afirmam que estão comprando ativamente para ajudar as lojas independentes; 87% dissera que os últimos meses os tornaram mais conscientes sobre os necessitados e 88% apotaram que sente um senso maior de comunidade agora. 

A importância do comércio local para a economia mundial 

Pequenas e médias empresas que compõem os comércios locais são fundaentais na economia nacional, mas foram severamente impactados pela crise econômica que foi gerada em consequência da crise de saúde pública da Covid-19. Conforme o Sebrae, estima-se que 20% a 25% das médias e pequenas empresas fechariam por conta da pandemia. 

A Mastercard, além da pesquisa, anunciou seu apoio aos comércios locais a fim de auxiliá-los a se recuperarem, alocando US$250 milhões em todo o mundo para oferecer esse apoio. Na América Latina e Caribe, foram introduzidas diversas iniciativas, como o lançamento de uma coalizão focada na aceleração da transformação digital para pequenas empresas, denominada Aliados Digitais, da própria Mastercard. 

Entre os estabelecimentos locais mais visitados conforme os consumidores pesquisados, foram mencionadas: quitandas, cafés e restaurantes, padarias e cadas de laticínios. 

“As PMEs desenvolvem um papel fundamental na economia. Incentivar o comércio local, traz benefícios efetivos para a comunidade, que descobre boas opções próximas de suas casas e impulsiona a rotatividade da economia de maneira eficaz. Durante a pandemia, passamos a oferecer alguns serviços gratuitos para PMEs, contando também com a ajuda de parceiros. No Brasil, lançamos a plataforma “Aliados Digitais”, para ajudá-los no processo de transformação digital, oferecendo diversos serviços gratuitos. A recuperação da economia começa à nossa porta e nesse momento precisamos agir como agentes de transformações positivas. Quando ajudamos as nossas comunidades, estamos fomentando a economia além do âmbito regional”, finaliza Ana Paula Lapa, vice-presidente de inovação e produtos da Mastercard para o Brasil e Cone Sul. 

Fonte: New Trade 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here