Rico em vitamina C e zinco, fruto nativo do Nordeste brasileiro é utilizado na fabricação de diversos produtos, como cajuína, suco e melaço.

Além do fruto, o caju ainda conta com a castanha, parte tão querida por muitas pessoas e que traz, como benefício nutricional, entre outros, o poder de auxiliar na redução do colesterol. A produção do caju traz importantes lucros para mais de 190 mil produtores brasileiros.

Todas as partes do caju são valiosas, embora a mais consumida delas seja a castanha que, anualmente, rende mais de US$ 120 milhões em exportações. A casca do fruto, por sua vez, possui um óleo, conhecido como líquido da casca da castanha do caju (LCC).

Por fim, a polpa ou “carne de caju” que, além de ser utilizada para a fabricação de cajuína, sucos e doces, pode ser utilizada na produção de carne vegetal, devido à sua textura fibrosa. Assim, se tornando uma alternativa saborosa, nutritiva e sustentável para a substituição da carne animal.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui