União das entidades relembra uma luta importante que deve acontecer paralelamente ao combate ao COVID-19, a luta contra a fome.

O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) é um dos signatários da carta “Garantir o direto à alimentação e combater a fome em tempos de coronavírus: a vida e a dignidade humana em primeiro lugar!”, resultante da união de diversos movimentos e organizações da sociedade civil que, de maneira histórica, se posicionam e atuam na defesa do Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA) e da Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (SSAN).

Diante da pandemia do coronavírus, questões como a desigualdade social, étnico-raciais, de gênero e condições de vida precárias de grande parte da população brasileira vieram à tona. Por isso, a ideia do documento é apresentar propostas para o combate à fome, ações que devem ser postas em prática de forma urgente e emergencial por parte de governos municipais, estaduais e federal, de forma parceira com conselhos de participação social, sobretudo os de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN), de Assistência Social e Saúde e de Alimentação Escolar.

Acesse aqui e confira a carta na íntegra.

Fonte: CFN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui