Abrir seu próprio consultório ou clínica de nutrição é o sonho e desejo de muitos profissionais recém-formados ou que trabalham como funcionários na área. As chances de alavancar sua carreira e a possibilidade de aumentar seus rendimentos, são alguns dos atrativos de ter o próprio negócio.

Todavia, muitos profissionais encontram dúvidas de como proceder e dar os primeiros passos para abrir a própria clínica. Neste post trouxemos 6 passos que podem te ajudar a entender o processo desde o início e auxiliar em alguns pontos que podem passar despercebidos e, no entanto, são fundamentais para o sucesso do negócio. Veja!

 

1 – Defina sua especialidade e segmente seu público

Antes de colocar em prática a abertura da clínica, é importante segmentar sua especialidade. Isto é, de forma consciente, defina a área em que você tem capacidade técnica, conhecimentos e que goste de atuar. Lembre-se de que gostar do que faz é fundamental para que o seu negócio tenha êxito. Além disso, você deve considerar o público-alvo que pretende alcançar e o poder aquisitivo desse público. Essa segmentação será importante para todos os demais passos de abertura do seu negócio.

2 – Avalie a localização

Escolher o ponto certo para instalar sua clínica é fundamental, pois a escolha errada pode fazer com que o negócio já nasça propenso a fracassar. Nesse quesito, você deve considerar, além do perfil de público que pretende atrair, questões de acessibilidade, como: estacionamento no local ou na região, quantidade de vias de acesso, linhas de transporte público que circulam pelo local, disponibilidade de acesso a pacientes com deficiência ou mobilidade reduzida, além da segurança do local.

3 – Escolha o imóvel

Outro ponto importante e que pode ser escolhido de forma equivocada é o imóvel, que muitos profissionais elegem com base no valor do aluguel e do condomínio, quando é o caso. Isso é um erro. Claro que o valor conta muito na hora de abrir um negócio, mas é preciso ponderar também outros fatores que são tão importantes quanto. Avalie questões como infraestrutura, se há espaço o suficiente para acomodar todas as instalações que você planeja, o número de salas e toaletes, o tamanho da recepção, se há uma copa ou cozinha e um lugar de descanso para os funcionários. Observe também a qualidade das instalações elétrica e hidráulica, bem como acústica e conforto térmico, afinal, você não vai querer atender seus pacientes em meio a ruídos excessivos e em um local sem ventilação adequada.

4 – Atente-se à documentação

A documentação necessária para abrir um negócio no Brasil é um procedimento burocrático que requer paciência. Diversos documentos precisam ser apresentados e assinados. Para evitar um pouco dessa burocracia, vale contratar um escritório de contabilidade para cuidar de todo o processo. O contador será responsável por elaborar os atos da constituição da empresa, enquadramento jurídico mais adequado e organizar a entrega da documentação necessária junto a órgãos públicos para legalizar o negócio. Escolha um profissional ou escritório de boa reputação e de confiança, para não correr o risco de ter outros prejuízos. Além disso, o escritório de contabilidade também deve orientá-lo sobre fazer o cadastramento da clínica junto aos órgãos de saúde necessários, como a Vigilância Sanitária, o Conselho Regional de Nutricionistas, entre outros.

5 – Abasteça sua clínica

Depois que toda a parte burocrática estiver concluída, você já pode começar a colocar em prática a montagem da clínica e prepará-la para a inauguração. Alguns equipamentos são imprescindíveis, independente da especialidade escolhida, como balança, estadiômetro, adpômetro e fita métrica. Para a parte tecnológica, ter bons computadores com acesso à internet é fundamental, assim como escolher um software de nutrição para ajudar nos atendimentos. Pense também no abastecimento de mão de obra, como recepção, auxiliar, faxineiro e outros funcionários que podem ser necessários.

6 – Divulgue seu negócio!

Com a clínica em funcionamento, é preciso atrair pacientes, então, coloque seu negócio do radar, mostre às pessoas que ela existe. Faça a divulgação da inauguração da clínica para o maior número possível de pessoas e abuse do marketing digital para consolidar sua presença no mercado. As redes sociais e os e-mails marketing podem ser fortes aliados. Ofereça um coquetel de inauguração com presenças importantes e formadores de opinião e, se possível, conte com a cobertura da mídia.

Agora que você já viu como dar os primeiros passos para abrir sua clínica, lembre-se de que ter o próprio negócio requer dedicação contínua, investimentos e muita responsabilidade. E você, tem alguma história para compartilhar sobre a abertura do seu negócio?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui