Alimentação livre do consumo de produtos de origem animal é tendência crescente entre os brasileiros e mercado de substitutos de carne prevê crescimento de 5,8% do setor até 2023.

Hoje já não restam mais dúvidas de que a população que adota dietas vegetarianas, veganas ou reduzidas em consumo de carne é uma tendência crescente, prova disso é que 14% da população brasileira se declarou vegetariana na última pesquisa IBOPE divulgada pela Sociedade Vegetariana Brasileira. A capital do Paraná não ficou de fora dessa onda brasileira e a prova disso é que Curitiba recebeu, recentemente, o No Bones, um açougue que oferece versões totalmente veganas de peças populares de carne, como picanhas, costelinhas e até carrés.

É cada vez mais fácil encontrar substitutos à proteína animal que oferecem a mesma qualidade e proporção nutricional. Uma rede de açougues veganos é a consolidação dessa tendência, uma vez que traz a opção de preparar uma das refeições que, durante muito tempo foi sinônimo de carne, isto é, o churrasco.

Com unidades em São Paulo, Niterói, São José dos Campos e Itajubá, a No Bones chegou em Curitiba com toda a sua linha de mais de 20 itens produzidos, de maneira artesanal, entre eles: picanha vegetal, costelinha com barbecue, salsichas, hambúrgueres e linguiças.

Além da produção artesanal, o No Bones oferece ainda o serviço de delivery, disponibilizando uma das opções queridinhas dos consumidores, o Steak by Jack, que são bifes vegetais defumados em lascas de carvalho. Os pedidos podem ser realizados pelo site, com entrega programada e frete fixo.

Fonte: Bem Paraná

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui