Otimizar o tempo de atendimento é um elemento-chave para o nutricionista, facilitando o registro de informações enquanto dedica mais tempo à escuta do paciente. Por isso, hoje existem importantes aliados tecnológicos que facilitam a produtividade, sendo o software para nutricionistas uma das opções mais práticas e eficientes para esse objetivo.

Esses programas ajudam a otimizar o atendimento e oferecem ferramentas que permitem ao nutricionista criar planos alimentares personalizados e que atendam aos objetivos e expectativas de cada paciente. Contudo, é necessário ter alguns cuidados e considerar alguns pontos fundamentais antes de contratar um desses softwares.

Nesse post separamos 5 dicas de cuidados que você deve tomar antes de escolher um software para o seu consultório. Acompanhe!

 

1 – Segurança

Talvez o quesito mais importante antes de contratar um software é a segurança. O programa deve auxiliar em todas as etapas do atendimento, gerenciamento de agendas, registro de dados do paciente e do plano alimentar a ser prescrito e salvar as informações em arquivos digitais. Então, por ser uma ferramenta tecnológica, é preciso tomar alguns cuidados para evitar a perda de dados e registros. Alguns programas do mercado oferecem a opção de cópias de arquivos e backups em caso de falhas, evitando que informações sejam perdidas.

2 – Automatização dos cálculos e avaliação antropométrica

Evidente que você sabe realizar todos os cálculos necessários para atender seus pacientes, porém, a tecnologia está aí para te ajudar e, economizando esse tempo, você pode se dedicar a ouvir a história do seu paciente, deixando que a ferramenta faça os cálculos. Por isso, na hora de escolher seu software, avalie aqueles que disponibilizem ferramentas em que, inserindo as medidas do paciente, o sistema se encarrega de calcular: percentual de gordura; massa muscular; gasto energético; e outras informações conforme os protocolos estabelecidos.

3 – Perfis diversificados

Exceto se você atende um segmento muito específico de público, é preciso considerar que seus pacientes terão perfis muito diversificados, desde de faixa etária até condições de saúde. Ainda que segmentado em um perfil mais homogêneo, cada paciente possui individualidades que precisam ser consideradas na hora de montar o plano alimentar. Então, opte por softwares que possuam ferramentas que possibilitem atender a maior variedade possível de pacientes, considerando diversos perfis.

4 – Quantidade ilimitada de inserções

Fique atento a este ponto, pois muitos softwares limitam a quantidade de inserções de perfis e planos alimentares que o nutricionista pode inserir. Como certamente a intenção de todos os profissionais é conquistar cada vez mais pacientes, preste atenção ao limite do programa e opte por uma versão que permita inserções ilimitadas de atendimentos, assim você não corre o risco de enfrentar entraves no atendimento.

5 – Integração com aplicativos

Uma inovação que pode otimizar ainda mais seu atendimento é escolher um software que permita uma integração entre o programa e aplicativos. Quando acessa o aplicativo, o paciente tende a se motivar mais, pois terá acesso a todas as informações necessárias para seguir seu programa, como composição nutricional, possíveis substituições de alimentos e atividades físicas que deve fazer e regularidade. Para o nutricionista, o aplicativo permite que o progresso do paciente seja acompanhado em tempo real e, caso necessário, permite fazer alterações no plano alimentar original.

Agora que você já sabe quais cuidados deve tomar antes de escolher um software e também viu como esses programas podem ajudar a otimizar seu atendimento, aproveite e compartilhe essas informações com seus colegas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui